quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A Ditadura Vermelha e os Inimigos do Rei

Bom Dilma é o caralho.

Vou te contar uma história, mas ela passa longe dos contos de fadas... Era uma vez em um reino – nem tão – distante, chamado Sabaneta. O ano era 1954 e o mundo dava boas vindas a um bebê, filho de professores. Seu nome era Hugo Rafael. Hugo cresceu, criado pela avó paterna, e no ano de 1992, resolveu dar um fim a seu anonimato. Com a ajuda de 300 bravos cavaleiros, Hugo rebelou-se contra o Reino do temível rei Carlos Andrés que espalhava a inflação e o desemprego, e liderou uma fracassada tomada de poder. Fracassada? Eram o que pensavam as fracas mentes. Hugo era agora o principal personagem do reino. Em cinco anos, fundou a organização de mosqueteiros Movimiento V. República, e não foi preciso a ajuda de Dartanhan para que Hugo conseguisse o que queria. Sem espadas, Hugo conseguiu o primeiro passo: o reino deixava de ser reino. Por enquanto. A popularidade de Hugo crescia em exorbitantes números. E como não gostar? Hugo era do povo. Ele entendia suas súplicas. Em 2000, o coro de vozes era audível e a altos brados, exigiu: fica, Chavinho. Ele ficou. Aproveitando a onda de felicidade de todos e bem geral da nação, Hugo teve uma excelente idéia e a fez acontecer. A grande idéia era a criação de uma Constituinte que alegava: o mandato do presidente passava de cinco para seis anos, com direito à reeleição, e não havia mais Senado; o Congresso se resumia agora à Assembléia Nacional. A população, excitada, lhe deu logo 90% das cadeiras, e o novo órgão tratou de rapidamente calar a queixa da oposição. Ei, nós temos Chavinho, a oposição não sabe o que fala. Nenhuma reclamação foi suficiente, a voz popular falou mais alto. Hugo Chávez virou então o rei da Venezuela. E viveram felizes para sempre. Não, não viveram. Ele viveu. Porque contos de fadas não existem. Fim.

Notou alguma semelhança? Não?
Tudo bem, boa parte da população brasileira também não.


http://4.bp.blogspot.com/_dtxfh1LNnaY/TMDFznRL4VI/AAAAAAAAARw/zN-xetiXNNs/s1600/0,,21781035-EX,00.jpg
_
Not
a: Pra quem sabe ler, um pingo é letra.